Nana Moraes, fotógrafa, nasceu em 1963 no Rio de Janeiro. Formada em jornalismo pela PUC de São Paulo, colabora há 29 anos para os mercados editorial, cultural e publicitário. Hoje, também, está a frente do Retrato Espaço Cultural.
Foi seis vezes vencedora do Prêmio Abril de Jornalismo – a última em 2010 – e premiada pela Associação Brasileira de Propaganda como “Destaque Profissional/Fotografia”, em 2007 e 2011.
Em 1997, realizou a exposição individual, “Mulher, Tinta e Fotografia” no Centro de Cultura Laura Alvin. Participou de várias exposições coletivas, destacando-se,“A Imagem do Som da MPB” (2006) e “A Imagem do Som do Samba” (2008), no Paço Imperial e “Eternal Feminine Plural”, na International Labor Organization, em Genebra (2011).
Publicou o livro "Andorinhas", Nau Editora, RJ, 2011. Expôs “Andorinhas” em 2011 no Espaço Tom Jobim no Jardim Botânico do RJ e, em 2012, no II Foto em Pauta Tiradentes.
Em, 2017 expôs "Ausência" no Centro Cultural Correios na programação oficial do FotoRio Festival Internacional de Fotografia. No mesmo ano expôs na Casa de Cultura de Paraty no Festival Paraty em Foco.